Diário do Alentejo

Beja Merece+: Parlamento vota petição

04 de julho 2019 - 10:50
Foto: José SerranoFoto: José Serrano

A votação da petição do movimento Beja Merece+ terá lugar, na Assembleia da República, esta sexta-feira. O documento, com mais de 26 000 signatários, reivindica investimentos nos acessos rodo e ferroviários, melhores cuidados de saúde e o funcionamento efetivo do aeroporto de Beja.

 

Texto José Serrano

 

Esta sexta-feira estará em discussão, análise e votação, a partir das 09:30 horas, na Assembleia da República (AR), a petição do Movimento Beja Merece+, que reivindica “que sejam retomadas e concluídas as obras do IP8/A26, a eletrificação do troço ferroviário Casa Branca-Beja-Funcheira, o total aproveitamento do aeroporto de Beja e melhores serviços de saúde para a região”. O documento, que foi entregue com 26 101 assinaturas, em maio do ano passado, no Palácio de S. Bento, estará agora à consideração dos vários grupos parlamentares que integram a “Casa da Democracia”. O “Diário do Alentejo” falou com os deputados eleitos por Beja, tentando antecipar o sentido de voto dos seus partidos, e com Florival Baiôa, sobre as expetativas que tem para esta votação.

 

Partido Comunista Português (PCP)
O deputado comunista João Dias revela que o Grupo Parlamentar do PCP “votará a favor” das reivindicações constantes na petição do Movimento Beja Merece+ considerando-as “justas, necessárias e indispensáveis ao desenvolvimento do nosso distrito”.  Uma votação, diz o parlamentar, consentânea “com o trabalho legislativo que o PCP tem feito ao longo dos anos e, mais em concreto, nesta legislatura”, em defesa da “valorização da linha ferroviária do Alentejo e do Aeroporto de Beja”, da “remodelação e ampliação do Hospital de Beja e da construção e qualificação da rede viária do distrito”.  João Dias refere ainda que “pela inércia dos governos do PSD/CDS e do PS, que optaram por ignorar o distrito de Beja”, continua a ser, “infelizmente, necessário reivindicar”.

 

Partido Socialista (PS)
Relativamente a esta petição e à intenção de voto do Grupo Parlamentar do PS, Pedro do Carmo afirma: “Por haver sintonia com os objetivos, tudo farei para que o voto seja favorável”. Realçando que o seu partido “compreende e partilha o sentido da petição apresentada pelo Movimento Beja Merece+”, o deputado socialista considera que as reivindicações expostas no documento que será apreciado na AR “são pertinentes e, em muitos casos, tão urgentes quanto a burocracia e as disponibilidades financeiras o permitam”. Pedro do Carmo considera que “Beja, como boa parte do interior do País, merece mais, há muito tempo” sendo necessário “recuperar o tempo perdido e lançar as sementes para um futuro diferente”. “É o que eu e o PS, no Governo e nas autarquias locais, temos procurado fazer, dentro dos compromissos internacionais assumidos e de condicionalismos de financiamento, como o quadro de fundos comunitários herdados do anterior governo PSD/CDS, que excluía os investimentos em infraestruturas rodoviárias e ferroviárias na região”, diz.

 

Partido Social Democrata (PSD)
Nilza de Sena, deputada social-democrata, declara não poder antecipar “a esta distância”, a votação do PSD, explicando que a direção do grupo parlamentar a que pertence se reunirá, na próxima semana, para “decidir esta e outras votações”. Esclarecendo não se poder “substituir às decisões tomadas nessa reunião”, a deputada garante o seu empenhamento “para que o PSD vote favoravelmente, como penso que, em justiça, o deve fazer”.  Nilza de Sena é clara: “Tendo reivindicado para a região, ao longo de quatro anos, as mesmas questões [elencadas na petição] em inúmeras audições regimentais com diferentes ministros, em plenário e em discussões de orçamentos de Estado, é óbvio que considero justas as matérias peticionadas” em “consonância com a valorização do interior, tantas vezes apregoada mas não cumprida”.

 

Ver para crer

“Ver para crer, como diz o povo”, alude ao pregão Florival Baiôa, membro do Movimento Beja Merece+ respondendo ao que espera relativamente ao sentido de voto dos vários grupos parlamentares. “Podemos afirmar que todos os partidos com assento parlamentar, no decorrer das várias reuniões que mantivemos com os seus representantes, nos manifestaram a intenção de votar a favor da petição. Inclusive, o partido Os Verdes apresentou já um projeto de lei propondo a eletrificação e modernização do troço ferroviário Casa Branca-Beja, que foi aprovado por unanimidade, tendo sido inscrito no orçamento de Estado. Estamos certos de que os três deputados eleitos por Beja irão apoiar a petição e nós, enquanto cidadãos deste movimento por Beja, iremos estar presentes na Assembleia da República, para ver e ouvir o que lá se irá passar”.

Comentários