Diário do Alentejo

À mesa: Liberato o bastonário da taberna de Moura

05 de março 2020 - 20:10

“As melhores histórias começam nas tabernas”. A frase, da autoria de Jorge Teles dos Reis, que há cerca de 30 anos sucedeu ao pai na liderança da Taberna do Liberato, em Moura, espelha o ambiente que se vive naquela casa sexagenária. À entrada da reabilitada Mouraria, de casas caiadas de branco e ruas floridas, é um espaço com uma história rica em tertúlias, serões de cante e de música, provas de vinhos e muita conversa, à volta de saborosos petiscos colocados sobre o balcão ao fundo da sala, não muito espaçosa, onde parece caber todo o Alentejo. Caloroso anfitrião, alentejano dos quatro costados, divulgador da gastronomia e dos bons produtos da região, Jorge, por alcunha Liberato, é bastonário da Ordem dos Taberneiros, cargo para o qual foi eleito, não sem alguma polémica: houve duplicação de votos, mas, tudo foi rapidamente esclarecido… Bem esclarecidos são os clientes que entram naquele acolhedor restaurante de Moura: Jorge faz as honras da casa, anima as conversas de quem petisca em saudável convívio e sugere opões para uma refeição plena de sabores alentejanos, acompanhada por um bom vinho da região.

 

 

Enquanto o olhar percorre as paredes repletas de fotos, algumas com caras conhecidas do grande público, cartazes de touradas e motivos regionais, é tempo de provar queijos, enchidos tradicionais e espargos bravos com ovos. Moelas com tomate e salada de bacalhau também podem abrilhantar o festim entradeiro. Nas especialidades, destaque para a açorda de lebre, javali estufado e bife de novilho à taberneiro. A cozinha típica alentejana está bem expressa nas tradicionais sopas de toucinho ou de beldroegas, nas migas com entrecosto e na cabeça de borrego assada no forno. Caldo de peixe do rio, achigã grelhado e sopas fervidas, uma versão da açorda alentejana que leva, para além de pão, bacalhau, poejo e ovos mexidos, acrescentam diversidade à ementa, sazonalmente ampliada com arroz de tordos, coelho bravo ou cogumelos. Nas sobremesas, a doçaria alentejana é rainha neste restaurante, que apresenta muito boa carta de vinhos, com predominância das referências da região. Na cidade de Salúquia, a moira encantada, a Taberna do Liberato encanta quem lá entra para saborear bons petiscos e pratos tradicionais da rica gastronomia alentejana.


Texto: António Catarino, jornalista


Localização: Moura
Telef.: 927 250 132
Cordenadas geográficas:
Longitude: -7.451703
Latitude: 38.142189

Comentários