Diário do Alentejo

Alunos com necessidades especiais não têm professor especializado

06 de agosto 2022 - 09:00
Estuda da Fenprof revela que mais de metade dos alunos do distrito de Beja com necessidades especiais não tem apoio direto de professor especializado,
Ilustração | Susa MonteiroIlustração | Susa Monteiro

De acordo com um inquérito sobre a educação inclusiva promovido pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof), 56 por cento dos alunos do distrito de Beja com necessidades especiais não têm apoio direto do docente de educação especial. A Fenprof e o Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) consideram que o Ministério da Educação deve fazer, o mais rapidamente possível, “uma avaliação séria” das necessidades das escolas e dos alunos e dar a resposta adequada.

 

Texto Nélia Pedrosa

 

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Subscreva a edição online do Diário do Alentejo aqui

Comentários