Diário do Alentejo

FC Porto vence Taça de Portugal em andebol: Sines foi um talismã

05 de junho 2019 - 12:00

O Futebol Clube do Porto conquistou, em Sines, a Taça de Portugal de andebol, vencendo, na final, o Águas Santas (Maia) por 31-30, conseguindo a primeira dobradinha da sua história nesta modalidade.

 

Texto e foto Firmino Paixão

 

O Pavilhão Municipal de Sines acolheu, no último fim de semana, a final a quatro da Taça de Portugal em andebol, seniores masculinos. Porto, Águas Santas, Póvoa Andebol Clube e Madeira SAD foram as quatro equipas que disputaram esta derradeira fase da prova.


Neste percurso para a fase final, os azuis e brancos deixaram para trás equipas como o Boavista, o Sporting e o Belenenses e acabaram por conquistar a sua oitava Taça de Portugal. Um êxito que deixou o treinador Magnus Andersson “muito orgulhoso” da sua equipa. “Tivemos uma época excelente”, disse.


Os dragões defrontaram o Póvoa (da segunda divisão) na primeira meia-final e venceram por 30-23, com 14-10 ao intervalo. Na segunda meia-final, o Águas Santas ganhou ao Madeira por 24-22 (12-9) e, na decisão final, o Porto bateu o Águas Santas por 31-30, com o golo do desempate marcado já nos cinco segundos finais da partida.


A competição foi organizada pela Federação Portuguesa de Andebol, com o apoio da Câmara Municipal de Sines e da Associação de Andebol de Setúbal.


Nuno Mascarenhas, presidente da Câmara Municipal de Sines, não escondeu a sua satisfação pela cidade ter voltado a receber mais uma grande prova nacional, em consonância com o que disse ter sido “a política do município nos últimos tempos”. Feliz, estava também Eugénio Cova, presidente do Andebol Clube de Sines. “Há anos que ansiava ter o andebol neste maravilhoso pavilhão e nesta terra onde se pratica a modalidade há 40 anos. Foi uma grande alegria”, confessou ao “Diário do Alentejo”. E lembrou: “Esta infraestrutura veio colmatar a falta de equipamentos desportivos que tínhamos na cidade. Queremos sempre mais, cada vez existem mais modalidades e mais coletividades a praticar desporto e os espaços começam a ser curtos e apertados, por isso, este pavilhão veio dar uma grande ajuda nesse aspeto, além de podermos aqui receber, também, as grandes competições nacionais”.


O dirigente revelou ainda: “Termos recebido aqui o Porto, o Benfica, o Sporting e o ABC teria sido a realização total do sonho, mas não menosprezamos os clubes que aqui se juntaram aos campeões nacionais e que foram finalistas com todo o mérito”.


O Andebol Clube de Sines, com o apoio da Associação de Andebol de Setúbal, promoveu, em simultâneo com a competição nacional, uma ação de formação para treinadores (com 22 presenças), aberta a técnicos de todas as modalidades, mas com maior incidência no andebol.


Quanto ao Andebol Clube de Sines, se calhar principal beneficiário destas grandes jornadas de promoção da modalidade, diz Eugénio Cova, “o clube, atualmente, só tem equipas de formação, não tem seniores, os escalões mais elevados são os juvenis, masculinos e femininos, depois temos muitos miúdos que estamos a formar”.

 

 

Comentários