Diário do Alentejo

Simão Matos, Clube de Modelismo da EB Mário Beirão

28 de novembro 2019 - 14:20
DRDR

Texto Nélia Pedrosa

 


Passadas duas décadas sobre a sua constituição, como se define atualmente o Clube de Modelismo da Escola Básica Mário Beirão, o único clube de modelismo do País ligado a uma escola, e qual o balanço que fazem destes 20 anos?
O Clube continua hoje a cumprir os objetivos iniciais da sua fundação, promoção do modelismo estático, numa atividade extracurricular que desenvolva de uma forma lúdica competências educativas nos nossos alunos. O balanço é francamente positivo dado a manutenção do clube de forma ininterrupta ao longo de um espaço temporal tão prolongado, sendo o único a funcionar numa escola pública nacional e reconhecido quer a nível nacional quer internacional. Ao longo destes anos passaram pelo clube 216 alunos. A adesão é bastante boa tendo em conta que os interesses e motivações dos jovens de hoje são muito mais diversificados Para além da direção do agrupamento, contamos com a preciosa ajuda da AMBA – Amigos Modelistas do Baixo Alentejo no transporte e deslocação de modelos a exposições, assim como recebemos doações de muitos modelistas.

 


Quantos alunos participam atualmente no clube e o que os motiva?
Temos 14 alunos do 5.º ano ao 9.º ano de escolaridade das duas escolas [Mário Beirão e D. Manuel I]. A maioria dos alunos que passou pelo clube são rapazes. No entanto, as raparigas que frequentaram o clube demonstraram um nível de execução excelente. As áreas de interesse são diversificadas, desde a aviação, automóveis clássicos e de competição, veículos militares. A rotação de alunos no clube é grande dado que todos os anos saem alunos para o 10.º ano e entram alunos novos. Pelos irmãos, ou pela visualização dos modelos expostos na biblioteca e workshops, novos alunos aparecem. Temos também alunos indicados pelos diretores de turma ou pelas equipas da Educação Inclusiva, para os quais o modelismo funciona como uma excelente terapia. A motivação resulta do fascínio que é construir um modelo à escala.

 


O clube, em parceria com a AMBA, promove, nos dias 30 deste mês e 1 de dezembro, a VI Beja Modelshow. O que destacaria nesta edição e porquê?
A comemoração dos 20 anos do clube e a reunião de trabalhos fantásticos e de excelente qualidade dos modelistas nacionais de norte a sul do País. Por outro lado, a possibilidade de podermos mostrar o que de bom tem a nossa cidade e região com o envolvimento de instituições como a câmara, Base Aérea n.º 11, Regimento de Infantaria n.º1, bombeiros, Bedeteca, Museu Regional, entre outras, restauração e empresas locais. Infelizmente temos de anunciar que, tendo em conta que todo este trabalho de organização envolve de forma voluntária muito poucos elementos, esta será definitivamente a última edição do Beja Modelshow.

Comentários