Diário do Alentejo

Rosinda Pimenta, vereadora da Câmara Municipal de Mértola

02 de setembro 2019 - 12:00

Texto Nélia Pedrosa

 

A Câmara de Mértola lançou recentemente o concurso “Dar o litro por Mértola”, dirigido às juntas de freguesia do concelho. Quais são os objetivos deste projeto?
O concurso, integrado no projeto Mértola + H2O que a Câmara de Mértola promove ao abrigo do Fundo Ambiental e da Estratégia Nacional de Educação Ambiental, visa a apresentação de campanhas inovadoras de sensibilização da comunidade para a adoção de práticas mais sustentáveis no uso da água, com especial enfoque para a redução dos consumos, combate aos usos abusivos e introdução de princípios de economia circular na gestão da água.

 

Na semana passada foram assinadas as declarações de honra referentes à atribuição dos prémios a quatro juntas. Que iniciativas irão desenvolver estas autarquias e qual o montante do apoio atribuído a cada uma?
O concurso premiou as juntas de freguesia de Alcaria Ruiva, Espirito Santo, S. João dos Caldeireiros e Santana de Cambas. A cada uma foi atribuído um prémio de 2 000 euros para dinamizarem as iniciativas que propuseram a concurso. Entre as ideias premiadas estão um concurso anual para premiar os consumidores com maiores poupanças de água no concelho, proposto pela junta de Alcaria Ruiva; a tertúlia “No tempo em que não havia torneira!”, proposta pela junta do Espírito Santo em parceria com a Universidade Sénior de Mértola; a distribuição gratuita de recipientes para o combate ao desperdício de água nos duches, proposta pela junta de S. João dos Caldeireiros; e a realização de um calendário, vídeo e música com conselhos sobre poupança de água, propostos pela junta de Santana de Cambas, em parceria com a Escola Básica de Santana de Cambas.

 

Quais são as expetativas da câmara quanto à recetividade, por parte da população, às iniciativas premiadas? Como será feita a avaliação do projeto? Haverá continuidade?
Sendo iniciativas a promover próximo das comunidades locais, a expectativa é que as campanhas, em causa, tenham adesão e despertem as pessoas para a necessidade de cada um de nós ter um comportamento mais responsável no consumo doméstico de água, evitando usos abusivos e desperdícios. Há um entendimento geral de que a água é um recurso muito precioso para o nosso território, mas esse entendimento nem sempre é acompanhado por práticas conscientes e responsáveis de consumo. A avaliação destas ações será feita com a verificação da adesão às diferentes iniciativas e, ainda, com a monitorização dos consumos de água no concelho. Sendo a água um recurso escasso e vital, esta e outras iniciativas de sensibilização da comunidade terão continuidade na estratégia de educação ambiental do município de Mértola. Já para setembro está previsto o lançamento da campanha “Não dês banho à água!”, que irá alertar os utilizadores de balneários públicos para a necessidade de ter um consumo mais regrado de água nos duches, e a campanha “Save water”, dirigida à sensibilização de turistas alojados em unidades de turismo no concelho. 

Comentários