Diário do Alentejo

Mineiro Aljustrelense ergueu o segundo troféu da temporada

11 de junho 2019 - 11:55

O Sport Clube Mineiro Aljustrelense, campeão distrital da 1.ª Divisão da Associação de Futebol de Beja, conquistou a Supertaça do Distrito de Beja, batendo o Clube Desportivo Praia de Milfontes, por 4-0, em jogo disputado no Complexo Desportivo de Almodôvar.


Texto e foto Firmino Paixão


Um golo de Jorge Raposo aos 35 minutos deu a vantagem com que os tricolores chegaram ao intervalo. O mesmo Jorge Raposo voltou a marcar aos 60 minutos, obrigando a turma do Milfontes a adiantar-se no terreno, procurando anular a desvantagem.


Mercê dessa desmobilização do setor mais recuado da turma do litoral, o Mineiro acabou por marcar mais dois tentos já no final da partida, primeiro por João Graça, depois por Hélio, fixando o resultado final em 4-0, um castigo demasiado pesado para o conjunto orientado por Fernando Candeias que, no fim de semana anterior tinha conquistado a Taça Distrito de Beja.


O técnico aljustrelense, João Candeias, considerou: “Foi uma vitória inteiramente justa, os verdadeiros campeões mereceram, porque trabalharam muito para isso e, esta taça, é mais uma recompensa. Mas felicito o Milfontes, foi um adversário muito digno, lutando com as armas que tinha”.


Fernando Candeias, que deixou a ideia de ter orientado a última partida no banco do Milfontes, assumiu: “Viemos aqui para ganhar a taça, obviamente também para valorizarmos o espetáculo, e acho que deixámos uma boa imagem. Tentámos sempre jogar, mas o Aljustrelense é, incontestavelmente, a melhor equipa do distrital. Foi mais forte, ganhou, mas nós saímos daqui de cabeça erguida”.


Aljustrelense 4-0 Milfontes


Complexo Desportivo de Almodôvar

 

Aljustrelense: Fábio Reis; Rui Pirralho, Vítor Rolim, Carlos Daniel e Gonçalo Serrão; João Graça, João Nabor (cap.) (Bruno Amaro, 75’) e Jorge Raposo (Zazá, 58’); Fernando Monteiro, Ballo (Pedro Seco, 50’) e Hélio.
Treinador: João Candeias.

 

Milfontes: Rosalino; Marcos Gonçalves, Henrique Martins (cap.), Miguel Super (João Chambel, 69’) e Tossy; Djonny, Paulinho e Danny; Mikó, David Custódio (Daniel Fonseca, 85’) e André Ribeiro.
Treinador: Fernando Candeias.

 

Marcadores: Jorge Raposo (35 e 60’), João Graça (89’) e Hélio (90+2’)


Disciplina: cartões amarelos a Henrique Martins (59’), Mikó (59’), Miguel Super (59’), Hélio (87’.

 

Árbitro: Artur Janeiro, assistido por Joel Salvador, Francisco Pereira e Fernando Lopes (4.º árbitro).

 



Comentários