Diário do Alentejo

Lendias d'Encantar estreia “Furacão Carmen” no Brasil

21 de agosto 2019 - 09:15
DR

Com ação centrada em Havana, Cuba, “Furacão Carmen” é o título da peça que a companhia teatral bejense Lendias d'Encantar estreia, na quinta-feira, 22, no Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília, no Brasil.

 

O novo espetáculo do grupo é uma coprodução do FITA – Festival Internacional de Teatro do Alentejo com o Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília.

 

O texto é “assinado” pelo argentino Santiago Serrano, que “escreveu a peça propositadamente para os dois atores” que a representam.

 

Em cena estão o bejense António Revez, ator, diretor artístico da Lendias d'Encantar e programador do FITA, e Murilo Grossi, ator brasileiro com “uma trajetória de grande reconhecimento no teatro, cinema e televisão, que está “a completar 40 anos de carreira”.

 

"A ação de ‘Furacão Carmen’ decorre em Havana, Cuba, cidade de grande simbolismo para os três intervenientes”, ou seja, para os dois atores e para o dramaturgo, explica a companhia.

 

Nessa capital, “dois homens de diferentes nacionalidades encontram-se por casualidade. Ambos têm raízes em Cuba e acabam de chegar a Havana, onde cada um conhece uma mulher pela qual se apaixonam. Tudo estaria bem, não fosse o facto de o noticiário anunciar a chegada premente de um furacão devastador”, resume.

 

Segundo o grupo teatral, o espetáculo aborda “o tema da espera, a partir de elementos que compõem o universo masculino e suas maneiras de rivalizar”.

 

“Num mundo cada vez mais intolerante, em que imperam a violência e o descaso para com milhares de imigrantes, a peça vem falar da capacidade de compreender e respeitar o outro”, frisa.

 

Os personagens, ainda que vindos “de terras distantes, falam a mesma língua e ambos se encontram na mítica Havana, uma terra de utopias, crises e mudanças constantes, cidade criticada por muitos, mas única em perfil no mundo".

 

A coprodução, que “reúne, assim, três países do espaço ibero-americano”, tem várias representações agendadas para o Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília.

 

A partir de quinta-feira e até domingo, fica em cena no Teatro SESC Newton Rossi Ceilândia, passando a peça a ser representada, de 29 de agosto a 1 de setembro, no Teatro SESC Garagem, havendo sessões duplas de sexta-feira a domingo.

 

Após o encerramento do festival, o espetáculo segue em cartaz no Teatro SESC Garagem, de 5 a 8 de setembro.

 

Após estes 14 espetáculos agendados no Brasil, "Furacão Carmen" vai estar em digressão no próximo ano, em Portugal – está confirmado para o Festival Internacional de Teatro do Alentejo, em março – e noutros países do espaço ibero-americano – apresenta-se no Festival Santiago OFF, na capital do Chile, em janeiro.

Comentários