Diário do Alentejo

Festival Sete Sóis Sete Luas decorre até dia 27

13 de setembro 2019 - 10:35

Decorre, em Odemira, até ao próximo dia 27, mais uma edição do Festival Sete Sóis Sete Luas que apresenta ao público, no âmbito da iniciativa Setembro Cultural, a arte e a música do Mediterrâneo e do mundo lusófono.
No âmbito do programa da 27.ª edição do festival, que integra espetáculos musicais, de rua e uma exposição de pintura, atua hoje, dia 13, o artista catalão circense Yldor Llach, que apresenta, pelas 21:00 horas, na zona ribeirinha, o seu original espetáculo de bicicleta acrobática “Sobre Ruedas”, no qual interage de forma dinâmica com o público, crianças e adultos.
Ainda para hoje está marcado, para as 21:30 horas, no Cineteatro Camacho Costa, a atuação de Leo Bassi, artista pertencente a uma antiga família de atores excêntricos e de palhaços circenses oriundos de Itália, França e Inglaterra. Reconhecido mundialmente pelas suas extravagantes atuações de teatro e pelas suas ações provocatórias, Leo Bassi promete não deixar ninguém indiferente nesta sua performance intitulada “Best of Bassi”.
Também no cineteatro, e para a mesma hora, está agendado para amanhã, sábado, dia 14, o concerto da Brava 7Luas Band, de Cabo Verde, formação composta por cinco músicos cujo repertório harmoniza músicas tradicionais, composições originais e novos arranjos inspirados na cultura da ilha de Brava.
No domingo atuam os italianos, também no cineteatro e às 21:30 horas, Mimmo Epifani & the Barbers, que levam a palco um concerto ligado a instrumentos de corda, como bandolim e mandola. Mimmo Epifani é considerado como um dos mais destacados artistas de música popular do sul de Itália, pelas suas improvisações e originais técnicas musicais.
No último dia do festival, 27, será inaugurada, às 15:00 horas, na Biblioteca Municipal de Odemira, a exposição “Momentos”, com aguarelas do artista plástico espanhol Pedro Orozco. Os vários espetáculos do festival são gratuitos.

Comentários