Diário do Alentejo

Ana Paula Figueira, Instituto Politécnico de Beja

18 de novembro 2019 - 10:45

Texto Nélia Pedrosa

 


O Instituto Politécnico de Beja está a promover o “IPBeja Com.Vida”. O que se pretende com este projeto, a que tipo de produtores se destina e no que difere das ações de venda de produtos já promovidas pela loja do IPBeja?
Pretendemos facilitar um espaço de venda direta aos produtores locais. A loja Cubo é, essencialmente, uma loja destinada a merchandising do IPBeja. Contudo, com o projeto “Portugal no IPBeja” introduzimos também alguns produtos alimentares reconhecidos com medalha de ouro no âmbito dos concursos promovidos pelo Cnema – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas. Costumo dizer que a palavra-chave no IPBeja é “formação”: formamos pessoas através dos cursos que lhes disponibilizamos mas também fazemos formação por outras formas.

 

 

Como classificam a adesão dos produtores ao projeto, como serão selecionados e como se processará a venda?
Até ao momento ainda só tivemos dois contactos. A cada produtor será atribuído um dia da semana durante o qual, e se quiserem, poderão ser os próprios a fazer a venda na nossa loja. As inscrições mantêm-se enquanto mantivermos o projeto.

 

 

O “IPBeja Com.Vida” é um “projeto de responsabilidade social e de interação com a comunidade envolvente à instituição”. Que importância tem atualmente esta vertente para o Instituto Politécnico de Beja?
Tem uma grande importância. Recordo que desde 2018 criamos e desenvolvemos o IPBejaDáteArte que concluiu, no dia 5 deste mês, a edição de 2019 com o concerto da Márcia, no âmbito das comemorações do Dia do IPBeja. Toda a comunidade IPBeja – alunos, docentes e não docentes – podem aceder gratuitamente a todos os espetáculos. Para além deles, qualquer pessoa pode assistir: o bilhete custa três euros. Neste caso a nossa preocupação é com as artes e a cultura e o objetivo continua a ser a formação. No caso, formação de públicos. Daí existir um extremo cuidado com a escolha dos espetáculos.

Comentários