Diário do Alentejo

“As iniciativas sociais são determinantes”

12 de agosto 2021 - 10:15

O IPBeja, em parceria com a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) lançou, recentemente, o livro “Saber mais…Cuidados Paliativos”. O “Diário do Alentejo” falou com Ana Paula Figueira, pró presidente do IPBeja.

 

Texto José Serrano

 

Como nos apresenta este livro?

 

Com este livro, o IPBeja pretende dar um contributo para disseminar uma mensagem que classifica como muito importante para todos: esclarecer o que são, como funcionam e como é possível ter acesso a cuidados paliativos. Para isso, optou-se por fazer uma determinada narrativa visual, enquadrada numa viagem pelas instalações do IPBeja e tendo como cicerone a nossa mascote – o DP (‘Discipilus Pacensis’ ou “Aluno de Beja”).

 

Qual a importância, atual e futura, para a região, desta parceria entre o IPBeja e o APCP, na transmissão de conhecimento e de valências, no âmbito da prestação de cuidados paliativos?

 

Desde 2018 que o IPBeja tem uma parceria com a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos. O facto de a sua atual presidente, enfermeira Catarina Pazes, ter sido aluna da Escola Superior de Saúde do IPBeja e ser, atualmente, docente nesta mesma escola, facilitou, ainda mais, esta relação. Recordo que, recentemente, o IPBeja disponibilizou uma pós-graduação em Cuidados Paliativos, em colaboração com a APCP. Em qualquer circunstância da vida de cada um de nós, tal como na vida das organizações, “se você quer ir rápido, vá sozinho. Se quiser ir longe, vá acompanhado”.

 

Como classifica a importância da criação de iniciativas de dimensão social, à semelhança de esta, fomentadas por instituições de ensino superior?

 

Considero estas iniciativas determinantes, como extensão da atividade de formação de estudantes em sala de aula, quando o objetivo é formar cidadãos ativos, e como exercício de implementação de melhorias, de chamadas de atenção contributivas para o crescimento, para o desenvolvimento, para a mudança, potenciada pelas instituições de ensino superior, em particular politécnicas, na região onde estão inseridas.

 

Quem são, preponderantemente, os destinatários deste livro e onde se poderá, este, adquirir?

 

Este livro dirige-se ao público em geral. A sua leitura pode fazer-se de forma rápida ou mais demorada. Cabe ao leitor, ou ao mediador, fazer a sua escolha. Pode ser adquirido na Loja Cubo (IPBeja) e na APCP.

Comentários