Diário do Alentejo

Eduardo Oliveira e Sousa reeleito presidente da CAP

24 de junho 2020 - 18:00

Eduardo Oliveira e Sousa foi reeleito presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) para o triénio 2020-2022, garantindo que vai continuar a trabalhar pela “dignificação e valorização" do setor.

 

A direção da CAP “continuará a trabalhar, como até agora, com o mesmo empenho e vigor, na dignificação e valorização dos agricultores e da agricultura em Portugal, uma dimensão que ganha importância acrescida atendendo ao atual contexto da pandemia, mas também ao quadro europeu, pleno de desafios e envolto em muita incerteza”, afirmou, citado em comunicado, Eduardo Oliveira e Sousa.

 

O presidente da confederação agrícola considerou ainda que o setor foi “um dos motores da recuperação económica da crise” provocada pela covid-19, acrescentando que a agricultura se assume como um “parceiro do desenvolvimento sustentável e da inovação”.

 

Assim, durante os próximos três anos, a nova direção vai trabalhar com o Governo para que seja permitido à agricultura “libertar o seu potencial económico”, com recurso ao aproveitamento dos fundos comunitários.

 

“Devemos começar já a preparar a presidência portuguesa da União Europeia, no primeiro semestre que vem, na definição clara e calendarizada de programas e investimentos públicos que beneficiem a agricultura, na redução de custos de contextos, na revisão da fiscalidade para o setor e na desburocratização de procedimentos”, concluiu.

 

A CAP, que desde 1977 tem o estatuto de parceiro social, integrando a comissão permanente de Concertação Social, agrupa cerca de 250 organizações de todo o país.

Comentários